Próximo Evento: Envision o Futuro das Interações o Negócio

0

Dias

0

Horas

0

Mins

0

Seg

Registrar agora!!
All Blogs

O Que é Processamento De Linguagem Natural? Entenda O Porquê Você Precisa Conhecer O PLN

julho 01, 2021  •  5 minute read

Entender o conceito de o que é processamento de linguagem natural é fundamental para os CIOs, líderes, executivos e gestores de inovação nas empresas. Afinal, só com o conhecimento completo deste tema, é possível utilizar o PLN da melhor forma e aplicá-lo corretamente no desenvolvimento de assistentes virtuais de conversação para o atendimento aos clientes.

Você pode até se perguntar qual a importância de usar processamento de linguagem naturalno relacionamento com consumidores. Mas o fato é que o novo comportamento do cliente digital demanda tecnologias de atendimento com os atributos de PLN.

Uma vez que os consumidores estão mais exigentes e buscam maior agilidade, personalização e respostas mais assertivas em seus contatos, o processamento de linguagem natural auxilia na melhor compreensão das necessidades dos clientes, por meio de análises linguísticas aprofundadas.

Vale lembrar que, segundo o relatório “Tendências para experiência do cliente 2021”, 65% dos clientes querem comprar de empresas com transações online fáceis e rápidas. Para isso, o atendimento via chatbot necessita de recursos poderosos para entender rapidamente o consumidor, como o PLN.

Então, neste artigo, vamos detalhar mais o assunto, explicando o que é processamento de linguagem natural e muito mais.

Leia também: Como funciona um robô com inteligência artificial

O que é a linguagem natural?

Antes de esclarecer o que é processamento de linguagem natural, vale a pena entrar no conceito de linguagem natural. E sua definição é simples, já que envolve a forma decomunicação entre os seres humanos

Dessa forma, um bom exemplo de linguagem natural é o idioma de cada país, ou o dialeto de algum grupo específico.

No caso de computadores e máquinas, suas linguagens dizem respeito às linguagens de programação, como XML, PHP e outras. 

A pergunta que fica e o PLN ajuda a responder na sequência é como conectar a linguagem natural e a linguagem de programação, fazendo com que máquinas, como chatbots, entendam a linguagem e desenvolvam uma interação natural.

Para que serve o PLN e o que é processamento de linguagem natural?

De modo geral, podemos definir o processamento de linguagem natural como uma área da inteligência artificial. Na prática, o PLN funciona como:

“Uma tecnologia que permite aos computadores, ou chatbots, entenderem, interpretarem e simularem a linguagem humana. Assim, é possível que esses robôs ou computadores desenvolvam a capacidade de lidar com textos escritos ou falados por pessoas.”

Em outras palavras, o PLN é um tradutor das conversas entre humanos e máquinas e está relacionado com a semântica e a compreensão de linguagem, analisando o contexto,considerando diferenças de intenção e entonação nas comunicações e ponderando os sentidos das frases. 

Inclusive, os assistentes virtuais que usam PLN são capazes até de superar erros de ortografia dos usuários, desvendar ambiguidades, descobrir abreviações, gírias e expressões coloquiais. Tudo para garantir o pleno conhecimento da mensagem enviada.

Com tudo isso, o processamento de linguagem natural ajuda os chatbots e assistentes virtuais inteligentes a darem soluções mais adequadas às demandas dos clientes, evitando frustrações por não entendimento das solicitações.

Assim, os principais benefícios de atrelar o PLN no uso de chatbots são:

  • Aumentar a satisfação do cliente com o atendimento;
  • Tornar o relacionamento com clientes mais próximo, personalizado e natural;
  • Facilitar a execução de tarefas simples, como tirar dúvidas, solicitar novas vias, agendar consultas, entre outros;
  • Escalar o atendimento automatizado e reduzir custos operacionais.

Saiba maisConheça o novo consumidor phygital e saiba como evoluir a experiência do cliente

Principais atributos de o que é processamento de linguagem natural

Com tudo o que foi explicado até aqui, fica claro que o PLN tem uma atuação indispensável atualmente para que os chatbots entreguem as melhores experiências aos usuários. 

Essa tecnologia é responsável por não deixar o cliente sem resposta, já que ela consegue fazer analogias e buscar a solução para aquela pergunta dentro de um rol de questões semelhantes. Vale citar um exemplo:

O consumidor pode pesquisar em um contato com sua empresa de telefonia “quanto é pra ligar pra fora do Brasil” e o PLN permite que o chatbot compreenda essa pergunta como “qual o valor de uma ligação internacional”, trazendo uma resposta efetiva.

Então, para garantir a melhor comunicação possível entre os chatbots com PLN e os clientes, vamos ver os diferentes requisitos empregados pelo processamento de linguagem natural. 

Os dois principais são níveis de processamento e tipos de abordagem, contando com subitens. Confira!

  • Níveis de processamento

Aqui, são 7 itens para a análise da linguagem, separados pelo grau de dificuldade que se deseja obter com o processamento. Vamos a eles:

Fonologia: é direcionado para assistentes e chatbots por voz, compreendendo o som das palavras e sua pronúncia.

Morfologia: entende a composição das palavras, dividindo-as em fragmentos com significados, mesmo que não representem uma palavra apenas.

Léxico: interpreta o significado de cada palavra mencionada em uma interação.

Sintático: este modelo de processamento faz a análise completa de cada frase dita ou escrita na conversa entre o cliente e o assistente virtual.

Semântico: o aspecto semântico visa compreender o significado da frase, complementando a análise sintática.

Discurso: esse nível é mais abrangente, trazendo uma avaliação mais completa e ampla do significado da comunicação, tanto escrita como falada.

Pragmático: por fim, este ponto mais elevado do processamento vai além da interpretação de conversas e extração de significados, buscando informações que não estejam explícitas.

Leia tambémConheça os principais erros de machine learning e saiba evitá-los

  • Tipos de abordagem

Para completar o entendimento sobre o que é processamento de linguagem natural, há os diferentes tipos de abordagem que envolvam a forma como os níveis de processamento são tratados. Vamos a eles:

Simbólica: esta abordagem de linguagem simples usa regras bem definidas e estruturadas de linguística, evitando ambiguidades.

Estatística: com esse tipo, é possível utilizar modelos matemáticos que dispensam o uso de regras linguísticas, realizando deduções de interpretação. 

Conexionista: neste estilo, são construídos modelos genéricos para criação e interpretação das linguagens, mesclando teorias de conhecimento e estatística para dedução e manipulação de textos.

Híbrida: por fim, a abordagem híbrida engloba todas as anteriores, garantindo maior profundidade e flexibilidade no processamento de linguagem natural.

Conheça a yellow.ai

Plataforma líder mundial em chatbots com IA para a automação da experiência do cliente e aprovada por mais de 500 empresas globais, a yellow.ai oferece soluções de assistentes virtuais inteligentes com o que há de melhor em processamento de linguagem natural.

Contamos com um motor de PNL poderoso. Nossas redes neurais profundas são treinadas em recursos multilíngues abrangentes de linguagem natural e, assim, possuem a capacidade de prever com precisão várias intenções a partir de consultas dos usuários, garantindo respostas preditivas e conversas pontuais.
Quer saber mais informações sobre os nossos chatbots de conversação para atendimento, suporte e engajamento de clientes? Entre em contato conosco agora mesmo e solicite uma demonstração gratuita.

Equipa portuguesa em Yellow.ai

A yellow.ai é uma plataforma de automação CX líder que ajuda as empresas a criar chatbots e voicebots para automatizar suporte, vendas, marketing, RH, ITSM, em mais de 100 idiomas, em mais de 35 canais
Read more
Construa seu primeiro com base em PNL chatbot inteligente em menos de 10 cliques